Elastografia por UltrassomExpanda os limites do Insight de Ultrassom

Sendo a primeira empresa a trazer a tecnologia Acoustic Radiation Force Impulse (ARFI) para o mercado de ultrassom, a Siemens Healthineers oferece a mais ampla gama de tecnologias de elastografia testadas por médicos. Disponível nos sistemas de ultrassom ACUSON Juniper, ACUSON Redwood e ACUSON Sequoia, essas tecnologias de imagem de elastografia são projetadas para aprimorar a avaliação, o monitoramento e o tratamento de doenças.

  • Saiba como a tecnologia de quantificação Virtual Touch™ exclusiva da Siemens pode reduzir os custos de saúde em exames de fígado.
  • Expanda seus recursos de imagem com um portfólio abrangente de tecnologias de imagem de elastografia.
  • Experimente tecnologias de imagem de elastografia que cobrem uma ampla variedade de tipos de exames.
  • Explore as tecnologias poderosas por trás das aplicações Virtual Touch shear wave.

Características e Benefícios

Construído com base na ampla experiência clínica e no longo legado de engenharia inovadora, o conjunto de tecnologias de imagem de elastografia da Siemens apresenta imagens de compressão manual, de Acoustic Radiation Force Impulse (ARFI) e de medição de elastografia shear wave. Projetadas para uso em uma ampla variedade de ambientes clínicos, essas ferramentas oferecem soluções de imagem em tempo real completas, não invasivas, que trabalham para promover a precisão e a confiança do diagnóstico.

ARFI e o conjunto de tecnologias de Elastografia Shear Wave
As tecnologias Virtual Touch™ oferecem ferramentas não invasivas para adquirir informações em tempo real para diagnósticos mais informativos. Com cores exclusivas e escalas de valor para exibir as características do tecido, o Virtual Touch fornece uma nova perspectiva para avaliar e monitorar doenças, estendendo as capacidades clínicas de nossos sistemas de ultrassom ACUSON Juniper, ACUSON Redwood e ACUSON Sequoia, que são líderes do setor.





Virtual Touch IQ
Ao combinar os benefícios de imagem e quantificação, o Virtual Touch™ IQ suporta avaliações mais precisas da morfologia da lesão e heterogeneidade em partes pequenas.

Ganhe novos níveis de percepção diagnóstica com as visões sem precedentes da elasticidade do tecido oferecidas pelo Virtual Touch IQ.




Quantificação Virtual Touch 
A quantificação do Virtual Touch™ é uma tecnologia não invasiva, reproduzível e de fácil execução para ajudar na avaliação do aumento da rigidez do tecido que está associado à fibrose hepática.


Saiba mais sobre como usar a quantificação do Virtual Touch pode ajudá-lo a evitar biópsias desnecessárias.






Imagem Virtual Touch
A imagem Virtual Touch™ ajuda a avaliar e monitorar mudanças sutis na rigidez do tecido que podem ser uma indicação de doença. Esta tecnologia não requer compressão manual, removendo o elemento de dependência do usuário.

Experimente a diferenciação superior de tecido macio e rígido que a imagem do Virtual Touch traz para os exames.

As tecnologias Virtual Touch oferecem a capacidade de:

  • Ir além da elastografia padrão, visualizando e quantificando a rigidez do tecido, que muitas vezes está correlacionada com a progressão da doença
  • Melhorar a confiança do diagnóstico avaliando a heterogeneidade de lesões e tumores e identificando os limites das lesões
  • Identificar os locais da biópsia por meio da identificação das áreas mais rígidas do tecido
  • Analisar de forma mais aprofundada e fazer o monitoramento consistente em uma ampla variedade de exames - fígado, mama, tireoide e outros órgãos
  • Obter uma experiência de exame mais confortável com um procedimento de ultrassom não invasivo
  • Melhorar o gerenciamento do paciente com medições reproduzíveis e confiáveis que funcionam para aumentar a velocidade do diagnóstico
  • Experimentar tecnologias de elastografia que são fáceis de operar e fornecem informações adicionais para diagnósticos

Imagem eSie Touch™ Elasticity usa compressão suave para fornecer um elastograma de alta resolução, mostrando a rigidez relativa do tecido. Ele forma o elastograma computando globalmente a deformação relativa do tecido e exibindo as informações dentro de uma região de interesse definida pelo usuário. Pulsos de detecção axial são transmitidos continuamente em todo o campo de visão para fornecer informações sobre o estado de deformação do tecido ao longo de cada linha axial em um ponto específico no tempo. Usando essa técnica, os tecidos rígidos e moles podem ser diferenciados, mesmo quando parecem isoecóicos no exame modo B.


Imagem eSie Touch Elasticity 
Ao produzir elastogramas de alta resolução que avaliam a rigidez do tecido resultante da doença, a imagem de elasticidade eSie Touch™ fornece informações qualitativas importantes sobre a progressão da doença.

  • Fator de Qualidade - fornece feedback qualitativo em tempo real para ajudar os usuários a otimizarem suas técnicas de aquisição. A pontuação de qualidade do elastograma numérico em tempo real fornece informações adicionais para selecionar imagens ideais para a revisão.
  • Mapas Elastográficos - Imagens elastográficas de alta resolução, podem ser visualizadas usando uma variedade de mapas em tons de cinza e coloridos.
  • Medições de Sombra - os compassos de medição são aplicados automaticamente em ambas as imagens em uma exibição lado a lado para comparação de elastogramas.
  • Suporte ao Transdutor – o eSie Touch Elasticity é compatível com transdutores lineares, endocavitários e de matriz curva.

Imagem eSie Touch Elasticity está disponível nos sistemas de ultrassom ACUSON NX3 Elite, ACUSON Juniper, ACUSON Redwood e ACUSON Sequoia.

Uso Clínico

As tecnologias de imagem de elastografia da Siemens fornecem novos insights que redefinem a maneira como você avalia e trata doenças. Além de oferecer avaliações excepcionais das características do tecido, elas abrangem uma ampla variedade de tipos de exames, garantindo que você tenha a solução certa para cada paciente.

Virtual Touch IQ

VTIQ fornece várias medições de rigidez altamente sensíveis de nódulos da tireoide

Projetado para melhorar o direcionamento para locais de biópsia, o Virtual Touch™ IQ oferece a capacidade de visualizar diferenças quantificáveis na elasticidade do tecido. Além disso, essa tecnologia oferece um alto nível de resolução, equipando-o para avaliar e monitorar lesões de até 3mm.

Virtual Touch Quantification

VTq quantifica a rigidez no fígado cirrótico para auxiliar na encenação da doença e no manuseio do paciente.

A quantificação do Virtual Touch™ pode ser utilizada para obter um valor de rigidez de linha de base em pacientes com sinais ou sintomas de doença hepática. Uma alteração deste valor de rigidez da linha de base durante o acompanhamento de rotina pode indicar progressão / regressão da doença.

Virtual Touch Imaging

VTi melhora a detecção do limite da lesão nessa massa tireoidiana calcificada.

Oferecendo definição aprimorada de bordas e a capacidade de identificar a parte mais rígida de uma lesão, a imagem do Virtual Touch™ trabalha para melhorar a precisão de suas medições no diagnóstico. Quando combinada com qualidade de imagem superior, essa tecnologia promove um nível mais alto de compreensão do diagnóstico.

eSie Touch Elasticity Imaging

Melhore a confiança clínica avaliando a rigidez da lesão com imagem eSie Touch Elasticity no fibroadenoma grande.

Combinando compressão manual com ultrassom convencional qualitativo em tempo real, a imagem eSie Touch™ Elasticity oferece uma visão mais completa da rigidez do tecido. Essas informações clínicas adicionais funcionam para aumentar a precisão da avaliação e monitoramento da doença.

Especificações Técnicas

Como funciona o Virtual Touch

Através do uso de Acoustic Radiation Force Impulse (ARFI), as tecnologias Virtual Touch™ são capazes de penetrar nos tecidos profundos com velocidade e precisão. Disponíveis nos sistemas de ultrassom ACUSON Juniper, ACUSON Redwood e ACUSON Sequoia, essas ferramentas fornecem informações detalhadas que oferecem suporte à avaliação e monitoramento aprimorados de doenças, ajudando a evitar biópsias desnecessárias. O resultado são recursos de diagnóstico aprimorados impulsionados pela capacidade de explorar a rigidez do tecido em mais detalhes.

Um processo simples de quatro etapas

  1. Um impulso acústico é aplicado para comprimir o tecido em uma região de interesse definida pelo usuário
  2. Este impulso desloca o tecido e gera ondas que se propagam perpendicularmente à onda de impulso
  3. Um algoritmo exclusivo da Siemens mede automaticamente a velocidade dessas ondas
  4. Você é então capaz de visualizar as avaliações qualitativas e/ou medições quantitativas da rigidez mecânica do tecido