Ensaio IMMULITE 2000/2000 XPi TSI

Ensaio IMMULITE 2000/2000 XPi TSI
 
Entre em contato conosco

A doença de Graves (DG) é um distúrbio autoimune causado pela presença de imunoglobulinas estimuladoras da tireoide (TSI) que se ligam ao receptor de TSH nas células da tireoide e estimulam a produção descontrolada de hormônios tireoidianos. Detectar a presença de TSI no sangue é uma poderosa ferramenta para o diagnóstico diferencial de DG.

As medidas de TSI também são usadas para monitorar a resposta ao tratamento da DG, predizer a remissão ou recidiva da doença, confirmar a oftalmopatia de Graves e também para predizer o hipertireoidismo neonatal.1,2 Foi demonstrado que a incorporação do ensaio TSI nos algoritmos de diagnóstico existentes reduz os custos diretos globais do diagnóstico da doença em até 43%, com o custo líquido evitando erros de diagnóstico reduzido em até 85%³.

O ensaio IMMULITE® XPi TSI 2000/2000 é o primeiro ensaio TSI automatizado e quantitativo disponível hoje. Os ensaios de anticorpos do receptor de TSH (TRAb) detectam os anticorpos bloqueadores e estimuladores da tireoide. No entanto, os anticorpos bloqueadores inibem a estimulação do TSH das células da tireoide e leva ao hipotireoidismo. O ensaio IMMULITE 2000/2000 XPi TSI detecta anticorpos estimulantes da tiroide, a causa específica da patologia da Doença de Graves, com uma sensibilidade e especificidade clínica de 98,3% e 99,7%, respectivamente. Com um tempo de resposta total de 65 minutos e reagentes estáveis prontos para uso, o uso deste ensaio pode tornar o diagnóstico diferencial da Doença de Greves mais rápido e fácil, permitindo que os pacientes sejam diagnosticados e tratados mais cedo.


Compartilhe esta página:

1Gupta, Manjula K. Anticorpos para receptores de tireotropina em doenças da tireoide: avanços em técnicas de detecção e aplicações clínicas. Clinica Chimica Acta. 2000; 293: 1-29

2MR Bjorgaas, H. Farstad, SC Christiansen, HG.K. Blaas Impacto dos níveis de anticorpos do receptor de tireotrofina no desenvolvimento fetal em duas gestações sucessivas em uma mulher com doença de Graves. Horm, res. Paediatr. 79: 39-43, 2012.

3McKee A., Peyerl, F. ETI utilização do ensaio: impacto nos custos do diagnóstico de hipertireoidismo de Graves. AJMC. 2012; 18 (1): 1-15.

Os produtos/recursos (mencionados aqui) não estão comercialmente disponíveis em todos os países. Devido a razões regulatórias, sua disponibilidade futura não pode ser garantida. Entre em contato com o seu representante local da Siemens Healthineers para obter informações adicionais.