Menu de ensaio da tiróide

Você pode contar com a Siemens Healthineers para fornecer um portfólio completo dos testes de tireoide que são solicitados pelos médicos atualmente. O menu da Siemens inclui um ensaio pioneiro de TSH de terceira geração, TSI, testes de função da tireoide e testes de autoanticorpos da tireoide.

 

Sistemas ADVIA® Centaur

Atellica Solution®

Dimension® EXL™ com sistemas LM

Sistemas Dimension® ExLTM com LM

Sistemas IMMULITE® 2000/2000 XPi

Anti-Tg

      √

      √

       √

Anti-TPO

      √

      √

       √

T3

      √

      √

         √

       √

       √

T4

      √

      √

         √

       √

       √

T Uptake

      √

      √

         √

       √

       √

TBG

       √

Tiroglobulina

      √ *

       √

T3 total

      √

      √

       √

T4 total

      √

      √

         √

       √

       √

TSH

      √

       √

TSH, 3ª Geração

      √

         √

       √

       √

TSH3-Ultra

      √

TSI

       √

Anticorpo Anti-Tg
Tiroglobulina (Tg) é uma glicoproteína, encontrada nas células foliculares da tireoide, que desempenha um papel crítico na biossíntese dos principais hormônios tireoidianos. A medida do anticorpo anti-Tg demonstrou ser uma ajuda no diagnóstico da tireoidite de Hashimoto e da doença de Graves. O ensaio de anticorpos anti-Tg da Siemens Healthineers fornece uma dosagem quantitativa precisa do anticorpo anti-Tg no soro ou plasma.

Anticorpo Anti-TPO
O anticorpo anti-peroxidase (anticorpo anti-TPO), uma proteína encontrada nas células foliculares da tireoide, é um catalisador na síntese dos principais hormônios tireoidianos. Doenças autoimunes da tireoide são caracterizadas pela presença de anticorpos anti-TPO.

Níveis elevados de anticorpos anti-TPO são fatores de risco para:

  • Doença tireoidiana autoimune, incluindo tireoidite de Hashimoto, doença de Graves, tireoidite atrófica e mixedema primário
  • Tireoidite pós-parto em mulheres

O ensaio de anticorpos anti-TPO da Siemens Healthineers é um imunoensaio competitivo que utiliza tecnologia quimioluminescente. É um teste altamente sensível para a detecção de Ab2 anti-TPO, dando aos laboratórios uma determinação quantitativa precisa do anticorpo anti-TPO no soro ou plasma.

T3
A triiodotironina (T3) é um hormônio sintetizado e secretado pela glândula tireoide e formado pela deiodinação periférica de T4. O T3 desempenha um papel importante na regulação do metabolismo.

  • Na circulação, 99,7% do T3 é reversivelmente ligado ao transporte de proteínas. O T3 livre (FT3) é metabolicamente ativo.
  • O teste T3 Livre ajuda a determinar se a tireoide está funcionando corretamente. É ordenado principalmente para ajudar a diagnosticar hipertireoidismo e pode ser solicitado para ajudar a monitorar o progresso de um paciente com um distúrbio conhecido da tireoide.
  • O teste T3 Livre é geralmente solicitado após um teste anormal de TSH e T4. O teste de FT3 pode ser solicitado juntamente com anticorpos tireoidianos para ajudar a diagnosticar a doença de Graves, um distúrbio autoimune que é a causa mais comum de hipertireoidismo.

T4
Tiroxina (T4) é um hormônio sintetizado e secretado pela glândula tireoide e desempenha um papel importante na regulação do metabolismo. Na circulação, 99,95% de T4 é reversivelmente ligado ao transporte de proteínas. O T4 restante não está ligado para o transporte de proteínas, mas é livre na circulação. Esta fração não ligada de T4 livre (FT4) é metabolicamente ativa. Um ensaio FT4 apropriado usado em combinação com o TSH é considerado pela American Thyroid Association como “… a melhor e mais eficiente combinação de exames de sangue para o diagnóstico e acompanhamento da maioria dos pacientes com distúrbios da tireoide”. (http:// jama.ama-assn.org)

PTH intacto
O PTH intacto destina-se a auxiliar no diagnóstico diferencial de hiperparatireoidismo, hipoparatireoidismo ou hipercalcemia maligna. O ensaio PTH intacto da Siemens Healthineers fornece a qualidade e a especificidade necessárias no manejo de pacientes com doenças da glândula paratireoide.

T Uptake
Também conhecido como T3 Resin Uptake (T3RU), este teste estima a quantidade de proteínas de ligação a hormônios tireoidianos disponíveis no sangue através de um cálculo baseado nos níveis de T3 ou T4 adicionados à amostra de sangue de um paciente.

TBG
A globulina ligadora de tiroxina (TBG) liga-se aos hormônios tireoidianos em circulação. É uma das três proteínas responsáveis por transportar T3 e T4 na corrente sanguínea. Testes de TBG por vezes são utilizados para encontrar a razão para níveis elevados ou diminuídos de hormônio da tireoide.

Tiroglobulina
A característica mais importante de um ensaio de tiroglobulina é a confiabilidade com que o ensaio discrimina entre a sensibilidade funcional e o limite inferior do intervalo de referência normal do ensaio - indicando tecido tireoidiano residual após a retirada da tireoide.
A tiroglobulina auxilia no monitoramento de pacientes submetidos à tireoidectomia. A Siemens oferece um teste de tiroglobulina automatizado e confiável que excede as características de alto desempenho necessárias para identificar a presença ou ausência de tecido tireoidiano funcional.

T3 total
Para a dosagem quantitativa do hormônio triiodotironina (T3) total no soro e plasma humanos. Medidas de T3 são utilizadas no diagnóstico e tratamento de doenças da tireoide, como hipertireoidismo e T3-tireotoxicose.

T4 Total
O T4 total é um hormônio usado para ajudar a diagnosticar hiper e hipotireoidismo. O teste T4 Total é geralmente solicitado com um teste de TSH para ajudar a determinar se o sistema de feedback do hormônio tireoidiano está funcionando adequadamente, e os resultados ajudam a distinguir entre as causas de hiper e hipotireoidismo.

TSH
O hormônio estimulante da tireoide (TSH) estimula a glândula tireoide a sintetizar e secretar o hormônio tireoidiano. As dosagens séricas de TSH são usadas para detectar hipo e hipertiroidismo primário. A capacidade de um ensaio de TSH para distinguir entre concentrações normais e subnormais é essencial para a estratégia de avaliação da tiroide. A quantificação do TSH a um valor mais baixo de 0,01 mlU/L fornece informações úteis para os médicos com pacientes com concentrações subnormais de TSH. Os testes de TSH da Siemens Healthineers fornecem consistentemente resultados altamente específicos e sensíveis, em várias plataformas.

TSH de terceira geração
Melhorias na sensibilidade dos testes de TSH permitem que ele seja usado para detectar tanto o hipertireoidismo quanto o hipotireoidismo. Ensaios com sensibilidade funcional <0,02 mUI/L são classificados como ensaios de “terceira geração”. O ensaio de TSH da 3ª Geração da Siemens é sensível e preciso, com precisão que excede os critérios recomendados pela NACB para os métodos de TSH.

TSI
As medidas de TSI também são usadas para monitorar a resposta ao tratamento da DG, predizer a remissão ou recidiva da doença, confirmar a oftalmopatia de Graves e também para predizer o hipertireoidismo neonatal.1,2 Foi demonstrado que a incorporação do ensaio TSI nos algoritmos de diagnóstico existentes reduz os custos diretos globais do diagnóstico da doença em até 43%, com o custo líquido em evitar erros de diagnóstico reduzido em até 85%³.
O ensaio IMMULITE® XPi TSI 2000/2000 é o primeiro ensaio TSI automatizado e quantitativo disponível hoje. Os ensaios de anticorpos do receptor de TSH (TRAb) detectam ambos os anticorpos bloqueadores e estimuladores da tireoide. No entanto, os anticorpos bloqueadores inibem a estimulação do TSH das células da tireoide e leva ao hipotireoidismo. O ensaio IMMULITE 2000/2000 XPi TSI detecta anticorpos estimulantes da tiroide, a causa específica da patologia da Doença de Graves, com uma sensibilidade e especificidade clínica de 98,6% e 98,5%, respectivamente. Com um tempo de resposta total de 65 minutos e reagentes estáveis prontos para uso, o uso deste ensaio pode tornar o diagnóstico diferencial da Doença de Greves mais rápido e fácil, permitindo que os pacientes sejam diagnosticados e tratados mais cedo.

1

2

2