Papel dos testes sorológicos no COVID-19

Ensaio sorológico SARS-CoV-2 Total é fundamental no enfrentamento da COVID-19 - hoje e no futuro

Os testes sorológicos para COVID-19 utilizam uma amostra de sangue para identificar anticorpos contra o vírus (SARS-CoV-2). A presença desses anticorpos circulantes indica que o paciente, sintomático ou assintomático, teve uma resposta imune ao vírus.

Os testes sorológicos desempenham um papel importante em todo o percurso de tratamento do paciente e são vitais para o gerenciamento e acompanhamento do vírus. Eles são críticos para determinar o escopo completo da doença, combater a pandemia e restaurar a confiança das pessoas.

Testes de anticorpos altamente precisos ajudam a informar as decisões clínicas e de saúde pública enquanto buscamos a abertura segura de nossas comunidades. Os testes de anticorpos podem ser usados para o seguinte:

  • Como complemento aos testes PCR para auxiliar na avaliação clínica1,2
  • Para ajudar a determinar a exposição prévia ao vírus, através da detecção de anticorpos que possam neutralizar o vírus3,4
  • Para identificar doadores potenciais de plasma convalescente3-5
  • Para fins epidemiológicos, incluindo o estabelecimento da prevalência de doenças em populações
  • Pode ajudar a verificar a eficácia das vacinas à medida que elas se tornam disponíveis3,4  

Especificidade nos testes COVID-19
Para os testes de anticorpos SARS-CoV-2, o CDC sugere o uso de testes com uma especificidade ≥99.5% para minimizar o potencial de resultados falso-positivos.2

Existem numerosos testes que afirmam detectar anticorpos ao vírus SARS-CoV-2; apenas alguns deles são altamente precisos.

Quando um indivíduo é infectado pelo vírus SARS-CoV-2, anticorpos únicos se desenvolverão em diferentes estágios da infecção.

Os Testes de Anticorpos Totais do SARS-CoV-2 detectam ambos os anticorpos (IgM e IgG) que estão presentes durante a infecção ativa ou precocemente durante a resposta imune. Os testes de anticorpos IgG SARS-CoV-2 detectam especificamente anticorpos IgG que persistem e são a base para a resposta imunológica de um indivíduo a longo prazo.

A Siemens Healthineers oferece o teste de anticorpos totais SARS-CoV-2 Total e o SARS-CoV-2 IgG. A combinação desses testes auxilia no diagnóstico completo do status sorológico de um paciente trazendo resultados mais precisos em todo o seu tratamento de forma contínua.

SARS-CoV-2 Total (COV2T)

O teste COV2T detecta tanto IgM, quanto anticorpos IgG de longa duração, com 100% sensibilidade e 99,8% de especificidade para infecções recentes e anteriores. Este teste é mais apropriado para detectar a soroconversão antes e depois.

SARS-CoV-2 IgG (COV2G) Qualitativo e semi-auantitativo

O teste COV2G é um teste qualitativo e semi-quantitativo de anticorpos SARS-CoV-2 que permite a detecção do nível de anticorpos IgG na amostra de sangue de um paciente, além de avaliar as mudanças relativas ao longo do tempo. O teste é mais apropriado para soroconversão posterior. Com este valor numérico, os médicos terão uma linha de base e estarão melhor equipados para rastrear a duração a longo prazo da resposta imunológica de um indivíduo. A comparação dos resultados numéricos ajudará a determinar como a resposta imunológica se desenvolve em um indivíduo e persiste ao longo do tempo.

O teste de anticorpos IgG SARS-COV-2 oferece 100% sensibilidade e 99,9% de especificidade, o que é crítico para detectar a resposta imune adaptável com precisão.


Os testes de anticorpos da Siemens Healthineers estão bem posicionados para ajudar nos esforços de desenvolvimento de vacinas.

Selecionamos de forma inteligente o domínio de ligação de receptores (RBD) do antígeno S1 spike para detectar anticorpos que bloqueiam a entrada do vírus nas células. Esta seleção está alinhada com as múltiplas vacinas em desenvolvimento que visam ou incluem o SARS-CoV -2 S1 RBD, com o objetivo de produzir anticorpos protetores.

Os ensaios de anticorpos da Siemens Healthineers SARS-CoV-2 detectam anticorpos para o antígeno S1 RBD. Os anticorpos S1 RBD são relevantes para vacinas que incorporam esta região imunodominante com o objetivo de obter anticorpos neutralizantes (e, portanto, provavelmente protetores) em indivíduos vacinados.6 A proteína spike e particularmente a RBD são o alvo mais comum dos projetos de vacinas.

Você quer saber mais? Solicitar contato de um representante da Siemens Healthineers

Selecione o tema de interesse:

*Required

1

2

3

4

5

6