O médico Claudio Santos é o novo CEO da Siemens Healthineers para o Brasil

No começo de 2021, além de todos os desafios que a pandemia da Covid-19 está proporcionando a todos, o cirurgião cardiovascular, Claudio Santos, aceitou colocar mais um em sua lista profissional: assumir a diretoria geral da Siemens Healthineers no Brasil.

Mas a palavra “desafio” parece realmente fazer parte da sua vida profissional: já são mais de quinze anos atuando no setor de saúde, trabalhou com dispositivos médicos em mercados da América Latina, Estados Unidos e Europa. Fundou a Cura Life Science, além de passar por empresas como Johnson & Johnson e Medtronic.

Para saber um pouco mais sobre o novo CEO, a equipe da revista HealthSpot, fez um bate papo sobre profissão e também quis saber sobre os hábitos e gostos do novo chefe, por que não?


HS - São pouco mais de 100 dias de empresa, como tem se sentido? O quê mais o surpreendeu? Você já conseguiu decorar grande parte das siglas da SHS?

Claudio Santos – Consegui decorar aquelas com as quais me deparei até o momento (risos).

Tenho me sentido realmente desafiado: chegar numa companhia que já tem o sucesso instalado gera um outro tipo de estratégia e cuidado, o que eu chamaria de ‘armadilha do sucesso’. É preciso não perder o foco, manter o sucesso, mas também ajustar novos trabalhos para o futuro, executar e engajar as pessoas.

HS - Quais são as suas principais expectativas profissionais em relação a companhia e o que pretende agregar?

Claudio Santos – Em expectativas, quero aprender muito sobre o modo de operar da SHS e poder contribuir em tudo o que for possível. Acredito que tenho para agregar uma visão diferente por ter estado do outro lado quando atuava como médico. Os profissionais da SHS atuam com muita excelência no que fazem e digamos que como engenheiros, muitas vezes, eles são o cérebro do nosso negócio. Eu quero poder contribuir trazendo uma espécie de calor humano e uma visão diferenciada nas tratativas com o cliente.

HS - Se você fosse definir um perfil de gestor para você mesmo, como se descreveria? O Claudio é um gestor...

Claudio Santos – Claudio é um gestor que tem muito prazer em ver as pessoas realizarem os seus sonhos. Muitas vezes é possível conciliar os desejos dos profissionais com projetos / necessidades da companhia e, quando isso acontece, me sinto realizado. Acho importante como gestor pensar no legado que quero deixar para aqueles com quem trabalho ou já trabalhei.

HS - Como você enxerga a SHS daqui 2, 3 anos? Como gostaria que a empresa fosse reconhecida no mercado?

Claudio Santos – Reconhecida não só pelos equipamentos médicos e a excepcional tecnologia que possuímos, mas como parceiros para ajudar os nossos clientes a crescerem e terem sempre a melhor solução para o seu negócio. Quero ver a SHS cada vez mais centrada no cliente, em estratégias de relacionamento de longo prazo. No final do dia estamos lidando com pessoas: profissionais que precisam tomar decisões para atender bem os seus pacientes.

A SHS tem entre suas promessas de valor, transformar a entrega dos cuidados com a saúde e proporcionar a melhor experiência para o paciente, acredito que devemos continuar nesse caminho e ainda mantendo uma medicina de precisão e tendo a digitalização como pano de fundo.

    Claudio mesa_2
    • Nome: Claudio Santos
    • Idade: 45 anos
    • Minha família é um mar de mulheres
    • (minha esposa, 2 filhas e uma cachorrinha) Meu bicho de estimação é uma cachorrinha chamada Millie
    • Meu esporte é triathon
    • No meu lazer gosto de estar perto do mar
    • Admiro os atletas olímpicos por suas disciplinas e resiliências
    • Não gosto de preconceito
    • Meu prato favorito é Moqueca de Camarão
    • Não como de jeito nenhum frango ou galinha
    • Lugar no mundo Polinésia Francesa por causa de sua natureza paradisíaca
    • Um livro para indicar Os Pilares da Terra de Ken Follett
    • Filme ou série que recomenda assistir – em série: The Crown
    • Filmes: La La Land e Simplesmente Amor
    • Filosofia de vida Nunca desista!